“A potencialidade do feminismo agonístico: uma análise do modelo de democracia radical e plural de Chantal Mouffe”

Nome: Rosiene Barros da Rocha
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 23/09/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Marcelo Martins Barreira Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Igor Suzano Machado Examinador Externo
Marcelo Martins Barreira Orientador
Ricardo Correa de Araujo Suplente Interno
Thana Mara de Souza Examinador Interno

Resumo: Este trabalho dissertativo investiga em que medida o modelo agonístico de democracia radical proposto por Chantal Mouffe, baseado na valorização do pluralismo e do dissenso, pode ser identificado no feminismo. A abordagem da autora quanto à forma de ampliar a esfera de ação política constitui o nosso foco de análise, na busca por compreender como as diversas articulações e lutas democráticas feministas podem retratar a potência de um feminismo agonístico como projeto político mais amplo de democracia.
Palavras-chave: Democracia radical. Pluralismo. Cidadania. Teoria do discurso. Práticas articulatórias. Hegemonia. Feminismo agonístico.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910